Site de consulta às notas do Enem fica fora do ar durante a tarde de sexta
O resultado pode ser usado pelo o aluno para se candidatar a vagas em instituições de ensino superior por meio de vários programas do governo.


O Ministério da Educação liberou nesta sexta-feira (28) o acesso de milhões de estudantes à nota do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio. A corrida para conferir o resultado congestionou a página do MEC na internet. E o governo suspeita do ataque de hackers.

A primeira coisa que Luiz Matheus fez na manhã desta sexta-feira (28) foi entrar na internet para ver a nota dele no Enem, mas não conseguiu. “Infelizmente o site ta dando erro. Vamos continuar aí, firme, tentando”, contou. Ele só conferiu o resultado depois de duas horas de tentativas.

No início da tarde, a página do Inep, o Instituto responsável pelo Enem, ficou fora do ar. O Ministério da Educação informou que o problema durou meia hora e depois de uma manutenção, o site voltou a funcionar. Segundo técnicos do governo, o problema foi causado por uma tentativa de ataque de hackers - piratas da internet. No começo da noite, mais de dois milhões de candidatos já tinham acessado o site.

Para quem tiver dúvidas sobre a nota, este ano o governo preparou um manual com explicações sobre a correção das provas. E a redação corrigida estará disponível para consulta no dia 6 de fevereiro. O presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa, disse que a divulgação do resultado abre uma nova etapa: “Muito importante é que agora ele pode se planejar. Ele terá pela frente uma série de opções que vai com certeza lhe facilitar o acesso ao ensino superior”.

O resultado do Enem pode ser usado pelo o aluno para se candidatar a vagas em instituições de ensino superior por meio de vários programas do governo como o Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, ou o programa Universidade para Todos, o Prouni, e ainda há a possibilidade de conseguir um financiamento estudantil pelo Fies. Em 2013, a expectativa do governo é oferecer um milhão de vagas.

As inscrições para programas como Sisu e Prouni começam em janeiro. A estudante Nadyla Braz já está esperando: “Eu vou poder me matricular em várias universidades, pesquisar a melhor e vou ver o que se enquadra melhor ao meu perfil”.

Fonte: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/12/site-de-consulta-notas-do-enem-fica-fora-do-ar-durante-tarde-de-sexta.html